Câncer de próstata sem tratamento

Daqui menos de um mês terá o Novembro Azul e vai se falar muito sobre o câncer de próstata, câncer mais comum no homem.

O que vem aumentando muito no consultório é o diagnóstico de câncer de próstata e a não necessidade de se realizar nenhum tratamento, fazer apenas a observação.

Devo tratar câncer de próstata?

A maior parte das pessoas se choca com essa observação e se pergunta como terá um câncer e não fará nada ou os perigos do câncer se disseminar para o corpo inteiro, riscos e etc. Porém, os cânceres de próstata não são todos iguais.

Existem alguns tumores que não produzem nenhum risco ou um risco baixíssimo de disseminação ao longo da vida do homem, que é o caso dos tumores ditos indolentes, ou seja, de baixa agressividade que acometem, principalmente, as pessoas acima de 70 anos.

Portanto, se você tem mais de 70 anos e descobrir um câncer de próstata com baixa agressividade, a recomendação inicial é não fazer tratamento porque o câncer de próstata é um tumor bastante lento.

Você pega um tumor de baixa agressividade e pode demorar até 15 ou 20 anos para esse tumor começar a evoluir e dar algum problema. Portanto, nos tumores de baixa agressividade nós faremos apenas um monitoramento com exames de seis em seis meses e dependendo do caso, de três em três meses e eventualmente repetir a biópsia.

O tratamento exagerado do câncer de próstata produz sequelas muito importantes, mesmo nos tumores ditos menos invasivos. Tratamentos como radioterapia, cirurgia, entre outros, podem causar sequelas no homem, como impotência e incontinência.

Portanto, não tratar e apenas observar é uma forma segura de acompanhar pacientes com câncer de próstata, principalmente aqueles com idade igual ou superior a 70 anos com um volume baixo, com estágio baixo e com baixa agressividade.

Dr. Cásssio Andreoni

Urologista pioneiro em robótica para cirurgia de próstata.

Entre em contato:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

agsdi-whatsapp