Início » Câncer de Próstata – ep.V: Consequências e riscos da prostatectomia


Dr. Cássio Andreoni
Cv Lattes   GoogleMyCitations
CRM: 78.546

Câncer de Próstata – ep.V: Consequências e riscos da prostatectomia

A próstata, cuja função é produzir cerca de 1/3 do líquido ejaculado, também está acoplada com as vesículas seminais que produzem cerca de 60% do líquido. Tanto a próstata quanto as vesículas são retiradas juntas na prostatectomia.

A próstata também tem os ductos deferentes que vem do testículo. Esses ductos levam os espermatozoides junto com os líquidos da próstata e das vesículas seminais para serem eliminados em conjunto durante a ejaculação.

Vida sexual depois da prostatectomia

Muitos homens acham que a ejaculação ocorre junto com o orgasmo, mas na verdade, o orgasmo acontece primeiro e depois vem a ejaculação, que é o fenômeno motor que espreme todo o líquido que será eliminado dentro da vagina da mulher para produzir a fertilização.

A prostatectomia feita com técnica adequada pode preservar os nervos para que o homem continue tendo a ereção. Porém, todo o líquido da ejaculação será retirado também. Então, o homem continuará tendo orgasmos, mas não eliminará nenhum líquido.

É importante ressaltar que o homem poderá ter uma vida sexual ativa, porém, não poderá fertilizar de forma comum, ou seja, ter filhos.

Como ter filhos depois da prostatectomia?

Muitos homens que diagnosticam o câncer de próstata não possuem nenhum filho ou tem apenas um e querem ter mais. Nesse caso, o mais recomendado é realizar o congelamento do esperma antes da cirurgia.

E quando o casal quiser ter filhos, poderá optar pela fertilização in vitro, que é a fertilização assistida em laboratório com os óvulos retirados da mulher.

Para finalizar, saiba que as consequências da cirurgia da próstata vão depender da técnica utilizada. Contudo, discuta esse assunto com o seu médico para que não ocorra uma surpresa depois da cirurgia.

Dr. Cásssio Andreoni

Urologista pioneiro em robótica para cirurgia de próstata.

Entre em contato:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Agendar Consulta