Dr. Cássio Andreoni

Câncer de Próstata - episódio VII: Terapia Multimodal

Atualizado em 30/08/2021
Tempo de leitura: 2 min.

Terapia multimodal é o uso de múltiplas modalidades de tratamento que podem incluir: cirurgia, radioterapia, bloqueio hormonal (tratamento sistêmico) e quimioterapia.

Quando diagnosticamos o tumor localmente avançado, que já saiu da cápsula ou possui linfonodos, através dos exames de PET-CT com PSMA podemos identificar melhor o tumor antes de iniciar o tratamento. Por mais que exija um comprometimento maior do paciente por mais tempo, é possível fazer a cirurgia e programar isso desde o início.

Como a terapia multimodal é feita?

Esses casos necessitam do conjunto de todos os responsáveis pelo tratamento, como o radioterapeuta, o oncologista clínico e o urologista, para programarem uma sequência de tratamento que visa melhorar e ampliar a qualidade de vida e sobrevida do paciente.

Além de a cirurgia ser feita com a remoção total da próstata e das vesículas seminais, muitas vezes não há como preservar os nervos e o paciente terá um prejuízo na parte sexual, mas nesse caso estamos priorizando a cura e a sobrevida do paciente.

E também deve ser feita uma limpeza ganglionar mais estendida que muitas vezes é bem alta no abdome, e também é possível fazer isso com a cirurgia robótica.

Portanto, além da remoção do ponto de vista cirúrgico da próstata, tem que se fazer um esvaziamento de linfonodos bastante estendido para que se realize uma limpeza e diminua eventuais metástases identificadas ou a possibilidade disso acontecer no futuro.

Associado a isso e junto da biópsia, a radioterapia pode ser programada para aumentar o extermínio das células cancerosas já no nível microscópio.

E se houver sinais de metástases à distância, o bloqueio hormonal pode ser utilizado junto com o oncologista clínico e a utilização de outras terapias sistêmicas, como a quimioterapia.

Nos últimos cinco anos, houve um aumento dessas estratégias em combinação com outros especialistas, como o radioterapeuta, o oncologista clínico e o urologista que juntos podem programar múltiplas modalidades de tratamento em um câncer avançado para melhorar a qualidade de vida e ampliar a sobrevida.

Dr. Cassio Andreoni Ribeiro

CRM 78546
RQE 102167 - Urologista

Urologista formado na Universidade Federal de São Paulo, há 25 anos e qualificado em cirurgia minimamente invasiva e robótica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 26 / 12 / 23
Desvende a influência do tamanho da próstata no tratamento. Contrariando a ideia de 'tamanho não é documento', a próstata pequena demanda atenção. Explore sintomas, diagnósticos e opções de cuidado.
Ler Mais
 | 19 / 12 / 23
Descubra as nuances do aumento benigno da próstata, desde os sintomas até os tratamentos mais recentes. Conheça as opções, riscos e benefícios para uma decisão informada sobre sua saúde masculina.
Ler Mais
1 2 3 21
Atenção: O site  cassioandreoni.com.br  apresenta informações de qualidade, sobre a saúde masculina, para orientação de todos. Não substitui uma avaliação completa e diagnóstico adequados, em consulta médica.

Dr. Cássio Andreoni© – CRM 78.546 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Todos os direitos reservados © 2024
Última atualização: 09/04/2024 às 14:38
cross