Dr. Cássio Andreoni

Cirurgia robótica no câncer de próstata

Atualizado em 30/08/2021
Tempo de leitura: 2 min.

História da Cirurgia Robótica

A cirurgia robótica no câncer de próstata é um tema importante, dentre as cirurgias no câncer de próstata, a robótica é a maior. Esse tratamento mudou nas últimas décadas, até a década de 80, o câncer de próstata era tratado pela radioterapia externa.

Já com os estudos da anatomia na próstata, na década de 80, que compreendem melhor a relação da próstata com os feixes na inervação para potência sexual, e sua musculatura para a incontinência, a cirurgia passou a ser mais factível, pois começou a preservar as funções do homem enquanto poderia curar o câncer de próstata. 

No fim da década de 90, quase todas as cirurgias se tornaram menos invasivas, e a laparoscopia foi uma cirurgia abdominal, e certamente hoje, muitas cirurgias do pulmão e do abdômen, quase todas são feitas por laparoscopia. 

No entanto, algumas cirurgias com um grau de dificuldade muito alto, como a cirurgia do câncer de próstata, a cirurgia robótica veio para facilitar e melhorar a performance, de forma que, um cirurgião com um robô, ganha características de um super homem.

A cirurgia robótica pode dar a oportunidade ao cirurgião, por exemplo, de ter quatro braços, ou seja, o robô tem quatro braços, que são coordenados pelo cirurgião no procedimento. 

Além disso, existe uma magnificação, um aumento da imagem de 10 a 15 vezes, sem tremores. E ainda há uma regulação, por exemplo, para deixar o cirurgião mais delicado e preciso, em momentos como a má preservação do feixe natural, que é da parte da potência sexual do homem.

Portanto, no final da década de 90, isso começou a se expandir, e por coincidência em 1998 na França, eu estava no lugar que onde foi iniciada no mundo. Depois, em 1999 e 2000, tive a oportunidade de pegá-la bem no começo, nos Estados Unidos, no berço da cirurgia robótica no mundo.

Vantagens da cirurgia robótica

Os próprios engenheiros que desenvolveram o robô, dizem que eles desenvolveram para cirurgia do coração, que era o grande alvo da cirurgia robótica. Mas eles acertaram mesmo foi na próstata, e foi ela que encaixou os grandes benefícios dessas vantagens da cirurgia robótica.

Até aqui no Hospital Albert Einstein, e em muitos lugares no Brasil, quando se vai fazer a cirurgia para câncer de próstata, certamente mais de 95% dos casos são todos por cirurgia robótica, dando essas vantagens de curar o paciente, um potencial maior de preservação da função sexual, da função urinária.

Além das vantagens de menos sangramento, menor tempo de internação e retorno mais rápido às atividades, as pessoas que vêm de outra cidade ficam no hospital por uma semana e já foram operadas, já retiram a sonda e retornam para casa. 

Desta forma, a cirurgia robótica para câncer de próstata é uma cirurgia curativa, está super bem incorporada, e temos ganhado bastante experiência, e provavelmente ainda teremos mais inovações para vir nesta área.

Dr. Cassio Andreoni Ribeiro

CRM 78546
RQE 102167 - Urologista

Urologista formado na Universidade Federal de São Paulo, há 25 anos e qualificado em cirurgia minimamente invasiva e robótica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 26 / 12 / 23
Desvende a influência do tamanho da próstata no tratamento. Contrariando a ideia de 'tamanho não é documento', a próstata pequena demanda atenção. Explore sintomas, diagnósticos e opções de cuidado.
Ler Mais
 | 19 / 12 / 23
Descubra as nuances do aumento benigno da próstata, desde os sintomas até os tratamentos mais recentes. Conheça as opções, riscos e benefícios para uma decisão informada sobre sua saúde masculina.
Ler Mais
1 2 3 21
Atenção: O site  cassioandreoni.com.br  apresenta informações de qualidade, sobre a saúde masculina, para orientação de todos. Não substitui uma avaliação completa e diagnóstico adequados, em consulta médica.

Dr. Cássio Andreoni© – CRM 78.546 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Todos os direitos reservados © 2024
Última atualização: 09/04/2024 às 14:38
cross