Diagnóstico do Câncer de Próstata

 

Diagnóstico do câncer de próstata

O câncer de próstata, que é o câncer mais comum dos órgãos sólidos do homem, acomete 1 a cada 5 ou 6 homens, entre 40 e 80 anos. É muito importante primeiro fazer a prevenção, como a gente já colocou antes, todo homem a partir dos 40 ou 50 anos, para fazer uma avaliação no urologista. O diagnóstico só é feito de uma maneira, que é com a biópsia de próstata.

 

E o que é a biópsia de próstata?

Biópsia é tirar um pedacinho da próstata e mandar analisar no microscópio pelo patologista. Porém, muita coisa acontece antes dela ser indicada.

A biópsia de próstata é indicada apenas quando alguns exames aparecem alterados. Então, de forma geral, o homem deve procurar um médico, um urologista especializado, para que se faça o toque da próstata e sinta se tem algum caroço, se ela está mole, se está crescida, se tem algum sinal de câncer de próstata.

O exame de sangue, que é o PSA, possui várias indicações, dependendo da idade, do tamanho da próstata e dos sintomas. Então, não dá para falar um valor normal específico, por isso, tem que ser o especialista para avaliar.

Deve-se fazer o exame de sangue e o toque da próstata, e a partir daí alguns homens, antes de se indicar a biópsia, se tem alguma suspeita, muitas vezes, nos últimos anos, quando ainda tem alguma dúvida, pode fazer uma ressonância especializada da próstata.

Só com um toque muito característico de tumor, ou com o exame de sangue, que às vezes é muito claro que está muito alto e que dificilmente deve ser alguma outra coisa, não precisa da ressonância para indicar uma biópsia de próstata. E quando é indicado uma biópsia de próstata, ela melhorou muito nos últimos 20 anos as complicações e os problemas. É um procedimento ambulatorial, que você vai sair no mesmo dia, é bom fazer com anestesia, é melhor, e se tira alguns pedacinhos da próstata e aí manda analisar.

 

Indicação da biópsia de próstata

Quando se indica uma biópsia da próstata, é esperado que mais ou menos um terço dos casos venham a ser positivos. Porque se a gente indica muita biópsia, você vai ter um número baixo de positividade, isso acaba sendo um equilíbrio ruim, tem que ter um equilíbrio entre número de diagnósticos e complicações. De forma que, mais ou menos, se indicar muito precocemente por qualquer sintoma, você vai ter um índice de positividade baixo, e se você esperar só ter sintomas muito claros, todas as biópsias que você mandar fazer vai vir positivo.

Mas isso aparentemente parece bom, e quer dizer que você já está fazendo o diagnóstico muito tarde, de casos mais avançados, e isso não é bom. Mas não esqueça que sempre é muito importante a avaliação ser individual, não há uma receita de bolo que vale para todo mundo, e que cada um e cada médico vai fazer o seu diagnóstico de forma bem individualizada.

Dr. Cásssio Andreoni

Urologista pioneiro em robótica para cirurgia de próstata.

Entre em contato:

× Agendar Consulta