Risco de Câncer relacionado ao Cigarro

Hábito de fumar

Muitas pessoas se perguntam se o tabagismo pode aumentar o risco de alguns cânceres, como o de próstata, bexiga, testículo e outros da área de urologia.

O câncer de próstata é o mais comum. Em segundo lugar, bexiga. Em terceiro, rim. Em quarto, testículos. Em lugares do Brasil, o câncer de pênis pode estar em segundo colocado, dependendo do lugar de avaliação e região.

Continue lendo e veja as relações do hábito de fumar com o câncer.

Câncer de próstata e testículo

O hábito de fumar, para o câncer de próstata e de testículos, não parece ter uma relação muito importante.

Câncer de rim

O câncer de rim é uma relação um pouco mais tênue, porém 30% das pessoas com câncer de rim tem relação com o tabagismo no passado.

Câncer de bexiga

Em relação ao tumor de bexiga, o cigarro entra pelos pulmões, inúmeras substâncias, principalmente as chamadas de aminas aromáticas. São absorvidas no sangue e eliminadas na urina.

A urina com essas substâncias eliminadas permanece armazenada na bexiga, grande parte do tempo, podendo causar câncer de bexiga, que são os mais comuns.

Portanto, sim, o hábito de fumar pode aumentar em quatro a cinco vezes, o risco de câncer de bexiga, cujo diagnóstico e apresentação clínica, na maior parte das vezes, é feita com sangue na urina. Em algumas pessoas, apenas a vontade de fazer xixi com frequência e ardência, confundindo com sintomas de Cistite.

Nem todo tumor de bexiga causa sangramento para ter sintomas. O ideal é não fumar, para evitar todos os outros males relacionados com o coração, pulmão e outras questões do cigarro que são ruins.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dr. Cásssio Andreoni

Urologista pioneiro em robótica para cirurgia de próstata.

Entre em contato: