Dr. Cássio Andreoni

Cistectomia Radical em homens: como é feito o procedimento?

Atualizado em 11/07/2023
Tempo de leitura: 2 min.

A cistectomia radical é um procedimento cirúrgico que envolve a remoção completa da bexiga, geralmente realizada em casos de câncer invasivo. Essa intervenção complexa requer uma abordagem multidisciplinar e apresenta desafios significativos para os pacientes.

Neste texto, vamos explorar o processo da cistectomia radical, desde a remoção da bexiga até as opções de reconstrução disponíveis

O que significa Cistectomia Radical? 

No nome cistectomia, cis significa bexiga e tudo que é ectomia, significa remoção, então, cistectomia radical é o nome técnico que se dá para a remoção total da bexiga. 

Cistectomia Radical e retirada da próstata

A cistectomia radical é frequentemente realizada em casos de câncer de bexiga invasivo da musculatura. Nos homens, alguns casos podem envolver a remoção da próstata também. Essa cirurgia complexa requer uma equipe multiprofissional experiente e pode ter complicações.

Como é feita a reconstrução da bexiga após a cirurgia?

Após a remoção da bexiga, existem diferentes abordagens para a reconstrução. Uma opção é utilizar pedaços de intestino para criar uma nova bexiga. Outra possibilidade é a criação de uma bolsinha externa, na qual a urina é coletada e trocada regularmente. A escolha entre essas técnicas depende de fatores clínicos, como a função renal do paciente.

Novas bexigas e suas limitações

As novas bexigas reconstruídas após a cistectomia radical têm capacidade limitada de armazenamento de urina. Elas não possuem a mesma função de contração da bexiga original, o que pode exigir fisioterapia é um processo de adaptação para a micção. No entanto, oferecem a vantagem de uma imagem corporal preservada e ausência de vazamentos.

Considerações e escolhas compartilhadas

A decisão sobre a reconstrução da bexiga após a cistectomia radical deve envolver uma equipe médica qualificada e a participação ativa do paciente. A escolha da técnica adequada deve levar em conta fatores como as condições clínicas, as complicações potenciais e as preferências individuais. É essencial contar com um bom hospital e suporte pós-operatório adequado, devido à natureza complexa e potencialmente prolongada da cirurgia.

A cirurgia de remoção da bexiga é complexa, mas pode ser uma opção de cura para casos mais graves de câncer de bexiga.

Dr. Cassio Andreoni Ribeiro

CRM 78546
RQE 102167 - Urologista

Urologista formado na Universidade Federal de São Paulo, há 25 anos e qualificado em cirurgia minimamente invasiva e robótica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 12 / 12 / 23
Descubra a importância da cistectomia radical no tratamento avançado do câncer de bexiga. Conheça os detalhes desse procedimento e suas implicações para a saúde.
Ler Mais
 | 05 / 12 / 23
Saiba mais sobre os mistérios do câncer de bexiga: entenda por que é chamado de superficial e como os tratamentos variam.
Ler Mais
1 2 3 5
Atenção: O site  cassioandreoni.com.br  apresenta informações de qualidade, sobre a saúde masculina, para orientação de todos. Não substitui uma avaliação completa e diagnóstico adequados, em consulta médica.

Dr. Cássio Andreoni© – CRM 78.546 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Todos os direitos reservados © 2024
Última atualização: 08/01/2024 às 10:05