Dr. Cássio Andreoni

Cistectomia radical em mulheres: como é feito o procedimento?

Atualizado em 18/07/2023
Tempo de leitura: 2 min.

A cistectomia radical nas mulheres é um procedimento cirúrgico que envolve a remoção da bexiga, do útero, das trompas e da parte anterior da vagina. É realizada devido a tumores na parede próxima à vagina, diferindo da cistectomia em homens, que está relacionada à próstata.

Neste post, falaremos sobre a cistectomia radical nas mulheres, a remoção da bexiga, os riscos, a reconstrução e a preservação dos órgãos envolvidos. Acompanhe!

Cistectomia Radical nas Mulheres 

A remoção da bexiga, conhecida como cistectomia radical, apresenta significados distintos para homens e mulheres. Enquanto nos homens está diretamente relacionada à próstata, nas mulheres está ligada ao útero e à vagina. 

Essa cirurgia envolve a remoção da bexiga, do útero, das trompas e da parte anterior da vagina, devido à estreita posição anatômica entre esses órgãos

Casos de Remoção

Geralmente, os tumores localizam-se na parede próxima à vagina, tornando necessária a remoção total da bexiga, o que pode afetar significativamente a vida sexual feminina. Em alguns casos, é possível preservar parte da bexiga, mas sempre há o risco de resíduos tumorais, justificando a remoção conjunta com a vagina.

A decisão final sobre o procedimento deve ser tomada durante a cirurgia, com base na análise patológica imediata, amostras da região vaginal são removidas para avaliação, a fim de determinar a necessidade de remoção adicional.

Detecção dos Tumores 

Com os avanços médicos, é possível detectar tumores em estágios iniciais e reduzi-los com quimioterapia, o que amplia as possibilidades de preservação dos órgãos envolvidos. No entanto, é preciso estar ciente dos riscos envolvidos e considerar as necessidades individuais de cada paciente, com base nos resultados das análises patológicas realizadas durante o procedimento cirúrgico.

Recomenda-se que essa decisão seja tomada em conjunto com o ginecologista, visando a uma reconstrução adequada após a cirurgia. Essa abordagem multidisciplinar tem como objetivo minimizar os impactos na vida sexual das pacientes.

É importante destacar que não é possível garantir um resultado específico em cada caso, pois as circunstâncias podem variar, no entanto, é possível realizar a preservação da vagina e uma reconstrução adequada para minimizar os efeitos negativos da cirurgia, como a incontinência urinária.

Processo de Reconstrução

A reconstrução da bexiga em mulheres exige cuidados especiais devido à fragilidade da parede do assoalho pélvico, embora seja possível evitar o prolapso da nova bexiga, há o risco de aumento na frequência urinária.

Por outro lado, se não for realizado um reforço adequado na região vaginal antes da reconstrução, pode ocorrer obstrução completa da bexiga, portanto, é fundamental avaliar cada caso individualmente e trabalhar em equipe com ginecologistas, garantindo não apenas a sobrevivência, mas também a qualidade de vida das pacientes. 

Atualmente, com os avanços médicos, temos a capacidade de preservar melhor os órgãos e melhorar a função sexual após a remoção completa da bexiga. Essa abordagem multidisciplinar, envolvendo diferentes especialidades, tem contribuído para ampliar a expectativa de vida e a qualidade de vida das pacientes.

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe, deixe seu comentário e continue nos acompanhando para mais conteúdos como esse.

Dr. Cassio Andreoni Ribeiro

CRM 78546
RQE 102167 - Urologista

Urologista formado na Universidade Federal de São Paulo, há 25 anos e qualificado em cirurgia minimamente invasiva e robótica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 12 / 12 / 23
Descubra a importância da cistectomia radical no tratamento avançado do câncer de bexiga. Conheça os detalhes desse procedimento e suas implicações para a saúde.
Ler Mais
 | 05 / 12 / 23
Saiba mais sobre os mistérios do câncer de bexiga: entenda por que é chamado de superficial e como os tratamentos variam.
Ler Mais
1 2 3 5
Atenção: O site  cassioandreoni.com.br  apresenta informações de qualidade, sobre a saúde masculina, para orientação de todos. Não substitui uma avaliação completa e diagnóstico adequados, em consulta médica.

Dr. Cássio Andreoni© – CRM 78.546 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Todos os direitos reservados © 2024
Última atualização: 09/04/2024 às 14:38
cross