Estudo Urodinâmico: o que é?

Estudo Urodinâmico é um procedimento para diagnóstico e é relativamente invasivo, ou seja, quando você colhe um exame de urina, você faz xixi e colhem a sua urina, ou seja, ninguém nem encosta em você. Quando você vai tirar sangue, já tem que colocar uma agulhinha, já é um pouco mais invasivo. Estudo Urodinâmico, eu costumo explicar para os pacientes, que é como se fosse um eletrocardiograma da parte da bexiga.

Só que tem que colocar uma sondinha pelo canal uretral, pode ser feito em homem ou mulher, não pode ser feito com anestesia, mas não é um exame doloroso.

É um exame que demora mais ou menos meia hora e tem que se introduzir esse cateterzinho e as pessoas se chateiam um pouco porque fica esse cateter lá, que tem um sensorzinho na ponta, esse cateter está com os fios conectados a um computador ou um software, faz um monte de análise,  análise de pressões da bexiga, de análise de fluxo, cria-se vários gráficos e a grande diferença é que nós conseguimos obter dados objetivos, com números.

Isso é criado, são criados gráficos, comparativos ao longo do tempo e a gente faz, realmente entendendo que o exame é um pouco mais delicado, em situações realmente que são estritamente necessárias.

Então quando nós estamos pensando, por exemplo, numa cirurgia de próstata no homem e é uma dúvida se deve se fazer ou não uma cirurgia de próstata para a doença benigna, se a próstata está obstruindo ou não está obstruindo o canal urinário.

Então esse exame através da obtenção de valores da pressão dentro da bexiga muito altos com o fluxo baixo, vão provar pra gente com números e gráficos que há realmente uma obstrução e de que a cirurgia é necessária.

Além disso, falando um pouco de homens, nós podemos ter uma dúvida, por exemplo, o paciente tem uma próstata aumentada (leia também Hiperplasia da Próstata), a gente acha que pode ter obstruído, mas o paciente pode ter tido algumas doenças neurológicas, por exemplo, uma fratura de coluna, ou um derrame, ou tem uma doença de Parkinson e aí a gente pode confundir, porque às vezes o problema pode ser neurológico e da bexiga e não essencialmente da próstata e esse exame é espetacular para isso, porque aí a gente deixa, por exemplo, às vezes de fazer uma cirurgia desnecessária, porque o paciente teria que tratar desse problema neurológico na bexiga e não fazer uma cirurgia de próstata. Os sintomas, de forma subjetiva, do que o médico pode tirar, perguntar e o que o paciente pode dizer, não conseguem da essa certeza pra gente, nem exames de urina, ultrassom, então muitas vezes nesses

casos, pra realmente decidir mesmo se vai fazer a cirurgia, se vai tomar remédio, o Estudo Urodinâmico é muito importante. Em mulheres também, mulheres que têm perdas urinárias, muitas vezes nós não sabemos se é a bexiga hiperativa, que nós já falamos, que a bexiga que está contraindo antes da hora, com o tratamento com remédios, ou se realmente uma deficiência da musculatura que está fraca precisando de uma cirurgia. Da mesma forma, o estudo dinâmico vai

medir as pressões de perda urinária, vai medir o quão forte é o músculo que está segurando a urina e não só vai dizer pra gente essa diferença, se o tratamento é com remédio ou com cirurgia, mas pode dizer até qual tipo de cirurgia é melhor, ou até não, pode dizer, olha não é tratamento com o remédio da bexiga, o problema é a musculatura fraca, mas a pressão de perda não é tão baixa, pode se tentar fazer fisioterapia e muitas vezes evitar a cirurgia.

Portanto o Estudo Urodinâmico é um exame relativamente invasivo, não é doloroso, ele é um pouquinho mais, eu sempre digo, mais constrangedor, porque a pessoa fica ali parada com um cateter dentro, tem que ter uma certa interatividade, então quem está fazendo o exame, tem que fazer perguntas, pede para tossir, ver se está sentindo vontade de urinar e tem que se anotado durante o exame, e ele é essencial muitas vezes para decidir se é um tratamento com remédios, ou cirurgia e qual cirurgia que é melhor ser feita. Portanto a gente sempre indica quando é muito necessário tomar essas decisões, que mudam muito o tratamento do paciente.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dr. Cásssio Andreoni

Urologista pioneiro em robótica para cirurgia de próstata.

Entre em contato:

CRM 78.546

ENTRE EM CONTATO

(11) 2151-5508 | (11) 2114-6234
Whatsapp (11) 97446-4726

Avenida Albert Einstein, 627
Bloco A1 - 5º andar - Sala 508
Pavilhão Vicky e Joseph Safra
Hospital Albert Einstein
São Paulo - SP

ACOMPANHE NAS
REDES SOCIAIS

        

WhatsApp Entre em contato