Rastreamento do Câncer de Próstata

Olá, hoje nós vamos falar, sobre o rastreamento do Câncer de Próstata.

Meu nome é, Cássio Andreoni sou Urologista. O tema do nosso vídeo hoje é sobre Câncer de Próstata e o seu rastreamento. Ou seja, a procura médica.

Quais são os meios, através dos diagnósticos, dos exames que nós podemos fazer, para diagnosticar precocemente o câncer de próstata e aumentar suas chances de cura.

Esse é um tema, que não dá pra gente solucionar isso, em um dois três minutos de vídeo. Da até para fazer quase que um curso inteiro, sobre esse assunto.

Então eu vou tentar abordar os temas, que são mais de consenso, para que não haja nenhuma confusão.

Existe o primeiro, existe muita controvérsia, porque o Câncer de Próstata, ele é muito diferente nas diversas regiões do mundo. O próprio oriente, ele pode ser de três a cem vezes menos, comum do que no ocidente.

De forma que, quando a gente está falando em, Rastreamento de Câncer de Próstata, nos países como, Índia, China e Japão. Não pode ser igual, aqui no Brasil, ou nos Estados Unidos.

Nos Estados Unidos e Norte da Europa, são os lugares que mais tem Câncer de Próstata no mundo.

Mesmo aqui no Brasil, um estudo muito bonito que foi feito, há alguns anos atrás, até com uma pessoa que trabalhou comigo, lá em Barretos, mostrou que há diferenças inclusive, no Câncer de Próstata que faz o rastreamento, por exemplo, na zona rural.

Ou pessoas que moram na cidade, de forma que daí já vem algumas situações, que agente já pode colocar então tem pessoas que tem mais riscos.

Quais são os homens que têm mais risco de ter câncer de próstata?

Aqueles que moram em grandes metrópoles, têm um consumo maior de gordura animal, tem uma vida mais sedentária.

E o estresse, que está relacionado à vida nas grandes cidades, a falta de, sedentarismo, falta exercícios físicos, e quem teve algum familiar de primeiro grau, como pai, irmão ou filho que tenha tido Câncer de Próstata.

Então esse grupo, deve se preocupar um pouco mais. Em linhas gerais, pessoas entre 40 e 70 anos, homens entre 40 e 70 anos. Devem procurar um Urologista, para saber quais são seus riscos, se ele está em risco.

Para fazer prevenção, e buscar fazer os exames.

São eles:

  • Exames de sangue (PSA).
  • Exame de Toque Retal.
  • Exames de imagem.
  • Ressonância magnética.

De 2012 pra cá, tem dado um Plus, no diagnóstico na decisão, de se fazer de uma biopsia ou não. E de se aumentar o diagnóstico, com  maior assertividade do Câncer de Próstata.

Então, o principal, é procurar o Urologista, entender quais são seus riscos individuais. E quem está entre 40 e 70 anos têm vantagens, que podem diagnosticar um Câncer mais rápido e poderá aumentar a chance de cura.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dr. Cásssio Andreoni

Urologista pioneiro em robótica para cirurgia de próstata.

Entre em contato:

CRM 78.546

ENTRE EM CONTATO

(11) 2151-5508 | (11) 2114-6234
Whatsapp (11) 97446-4726

Avenida Albert Einstein, 627
Bloco A1 - 5º andar - Sala 508
Pavilhão Vicky e Joseph Safra
Hospital Albert Einstein
São Paulo - SP

ACOMPANHE NAS
REDES SOCIAIS

        

WhatsApp Entre em contato