DST

Olá hoje irei fala de um tema muito importante que é DST doenças sexualmente transmissível.

Eu sou Cássio Andreoni e irei falar sobre DST doenças sexualmente transmissíveis, principalmente nos homens e nas mulheres também .

O primeiro alerta é que isso está aumentando demais, e está me causando muita preocupação, em todas as faixas etárias, inclusive em adolescentes, e isso provavelmente acho que houve uma negligência uma fraqueza de informações.

E isso está aumentando de uma forma, que tem me assustado, não somente pelo número, mas pela quantidade, e algumas doenças que a gente não via a  muito tempo.

As doenças sexualmente transmissíveis mais comuns são:

  • Hepatite
  • Hepatite C
  • Gonorreia
  • Aids
  • Sífilis

Que quase metade delas, pode cronificar e a pessoa vem a perder o fígado. Ás vezes tendo que fazer até transplante de fígado, que é uma doenças sexualmente transmissível, como hepatite B e HIV e as hepatites são mais fáceis de transmissão por sexo, do que a própria AIDS e HIV.

Então, essas doenças, HIV AIDS e DST ficam mais em foco, e as pessoas acabam esquecendo das Hepatites, que também são transmitidas dessa forma. As mais comuns, e populares, como a gonorreia, que é a saída de líquido pelo canal uretral do homem, muitas pessoas não sabem, que as mulheres muitas vezes não obtêm sintomas.

A bactéria da gonorreia, se instala dentro da vagina, no colo do útero da mulher, muita gente acha que a mulher também vai ficar saindo pus, algo que não acontece. Muitas das vezes, não têm corrimento, e nem sintoma nenhum, por isso é de fácil transmissão.

Então, tem aumentado bastante, em homens e mulheres, tanto Gonorreia Hepatites e HIV, e uma das doenças que recentemente de alguns anos pra cá, tem aumentado bastante a Incidência,e  a Sífilis, ela é uma doença que não foi erradicada, mas se mantinha de forma bastante endêmica, ou seja, de nível baixo, e a gente tem visto todas as formas das Sífilis aqui no consultório, e isso tem assustado a gente, porque a Sífilis ela é facilmente curável, com qualquer antibiótico, então, se ela está aparecendo assim, é porque está havendo muita transmissão, entre as pessoas.

Temos que lembrar, que a Sífilis no passado, era uma das grandes causas de morte. A sífilis terciária pode acarretar em doenças muito grave causando a morte.

Cerca de 20 anos, pós o contágio, de forma que, mais um aviso importante, é que usem a camisinha, pois é a melhor prevenção. Temos perguntado para homens e mulheres, que não tenham visto, mas, a necessidade de se usar camisinha.

Então, fazer o uso da camisinha, sempre, mesmo que você já conheça a pessoa, a algum tempo, pedir para que o homem e a mulher façam exames, para ver, se eles não estão com alguma contaminação, e assim pode eventualmente abandonar o uso da camisinha, quando você já conhece melhor seu parceiro.

Caso contrario, utilize, hoje é muito comum ás pessoas irem a baladas, conhece a pessoa, e no primeiro encontro, tem relações, e não usam camisinha. Isso é muito perigoso, e é este fato a meu ver, que tem feito, com que tem acontecido uma transmissão muito alta, e aumentado á incidência de doenças sexualmente transmissíveis, em todos os níveis.

Como falei, adolescentes nas escolas, nas faculdades, e em ambientes de trabalho, pessoas que viajam,  o mundo é muito pequeno, as pessoas fazem grupos de amigos e amigas e vão para Europa, e fazem turismo sexual, e não usam camisinha, voltam para o Brasil, para sua cidade, e continuam saindo com outras pessoas.

Veja também: Infecção urinaria como prevenir.

Ou seja, isso pode ter contagio não somente em nosso local, intercontinental no mundo inteiro inclusive. Eu tenho visto muito dessas histórias, e têm me deixado preocupado. Então, aqui um aviso, usar camisinha sempre!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dr. Cásssio Andreoni

Urologista pioneiro em robótica para cirurgia de próstata.

Entre em contato:

CRM 78.546

ENTRE EM CONTATO

(11) 2151-5508 | (11) 2114-6234
Whatsapp (11) 97446-4726

Avenida Albert Einstein, 627
Bloco A1 - 5º andar - Sala 508
Pavilhão Vicky e Joseph Safra
Hospital Albert Einstein
São Paulo - SP

ACOMPANHE NAS
REDES SOCIAIS

        

WhatsApp Entre em contato