Dr. Cássio Andreoni

Nódulo Renal: tratamento por agulha

Atualizado em 30/08/2021
Tempo de leitura: 2 min.

A maioria dos nódulos renais não císticos são lesões sólidas do rim. O nódulo renal vem aumentando bastante nos últimos anos e a maior parte deles tem chances de ser câncer de rim. Portanto, existe a possibilidade de tratamento e deve ser feito.

Para esses casos, não existe um tratamento como, quimioterapia, radioterapia ou tratamentos sistêmicos com medicamentos que possam tratar o câncer de rim de forma efetiva. Contudo, a base do tratamento é quase sempre cirurgia.

Como funciona o tratamento por agulha?

O tratamento por agulha pode ser por crioterapia (congelamento) ou por radiofrequência (aumento de temperatura). A crioterapia congela o tumor e pode chegar a -180°C, e a radiofrequência frita o tumor chegando a mais de 100°C.

É um tratamento antigo. Quando eu estava nos Estados Unidos em 1999, nós fizemos estudos em laboratórios testando esses aparelhos. Naquela época, nós elaboramos um banco de dados com quase 1.000 pacientes com tumores de rim operados.

Aqui no Brasil, no ano de 2001, a média desses tumores era de mais ou menos 9,5cm. Em 2011, era de mais ou menos 4,5 e 5cm. Nos últimos anos, a média do tumor ficou por volta de 3cm.

Quando o tratamento por agulha é indicado?

Os tumores menores de 4cm, principalmente aqueles por volta de 2cm, são os melhores casos para se fazer uma terapia, porque não precisa de uma cirurgia de remoção do próprio tumor e você pode só por um auxilio de exame de imagem ou por laparoscopia, colocar uma agulha e fazer o congelamento desse nódulo ou a radiofrequência que é aumentar a temperatura.

Nos últimos 20 anos, há uma diminuição progressiva do tamanho do tumor ao diagnóstico. O que tem favorecido bastante o aumento da indicação desses procedimentos.

Contudo, tumores por volta de 2cm que estão localizados mais na periferia do rim, mais longes dos vasos e mais longe da via urinária, são os melhores casos para se fazer a indicação não cirúrgica por agulha. Pode ser por imagem e por laparoscopia, ambos possuem uma eficiência muito boa.

Outra opção desses casos é para as pessoas que estão com a saúde um pouco mais debilitada ou pessoas um pouco mais idosas, onde uma cirurgia mais convencional com a retirada do tumor pode ser uma cirurgia maior. E, alternativamente, a gente pode indicar a radiofrequência ou a crioterapia.

A indicação de tratamento de tumores pequenos com a terapia por agulha vem aumentando cada vez mais. É uma opção muito boa nesses casos em que eu mencionei.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 14 / 09 / 21
O feocromocitoma é um tumor bastante raro e que pode ser confundido com problemas psicológicos. Saiba como diagnosticá-lo!
Ler Mais
 | 07 / 09 / 21
O câncer de rim não é muito comum, mas quando acontece, o tratamento quase sempre é cirúrgico. Saiba quais são os sintomas!
Ler Mais
1 2 3 11
Logo | Prof. Dr. Cássio Andreoni - Urologista Hospital Albert Einstein
CRM 78.546
ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS
ENTRE EM CONTATO
Atenção: O site  cassioandreoni.com.br  apresenta informações de qualidade, sobre a saúde masculina, para orientação de todos. Não substitui uma avaliação completa e diagnóstico adequados, em consulta médica.
Dr. Cássio Andreoni© – CRM 78.546 | 2021 Todos os direitos reservados – Desenvolvido por Surya MKT
Última atualização: 14/09/2021 às 17:45