Dr. Cássio Andreoni

Fístulas urinárias: causas, sintomas e tratamento

Atualizado em 28/09/2021
Tempo de leitura: 2 min.

O que é fístula urinária?

Fístula é toda a comunicação de um tecido para outro, por exemplo, do trato intestinal para a urina, do cérebro para o nariz, do nariz para a boca ou o ouvido, do nariz para o intestino, enfim, qualquer lugar que possa comunicar duas áreas distintas.

Tudo isso pode acontecer porque o esôfago está localizado ao lado da traqueia e por conta de algum acidente ou doença, eles podem se comunicar.

A fístula urinária é a comunicação de qualquer parte do trato urinário com qualquer outro lugar. Por exemplo, os tipos mais comuns são: fístula vesicovaginal e fístula enterovesical. Continue acompanhando e entenda mais sobre elas.

Fístula vesicovaginal

Causas

Uma das causas mais comuns é a fístula da bexiga com a vagina em mulheres que passaram por cirurgias, acidentes ou infecções, sendo mais frequente no pós-parto. Antigamente, quando os partos eram domiciliares com o uso de fórceps e havia muito esforço para sair o bebê, isso causava um trauma deixando o canal vaginal muito dilatado podendo até romper a bexiga e possibilitar essa comunicação entre a vagina e a bexiga.

Sintomas

Neste caso, a mulher perde urina constantemente 4 ou 5 dias depois da cirurgia.

Saiba que é possível confundir esse sintoma com incontinência urinária após tossir ou fazer um esforço maior.

Diagnóstico e tratamento

Por serem fístulas pequenas, nem sempre é fácil de diagnosticar. Existem exames para fazer isso.

O tratamento é cirúrgico e pode ser feito por via vaginal ou via abdominal, muitas vezes combinando as duas técnicas.

Fístula enterovesical

Causa

Essa também é uma causa bastante comum onde a fístula comunica a bexiga com o intestino. Normalmente ela é causada por uma infecção intestinal (diverticulite).

É muito comum, tanto em homens quanto em mulheres a partir dos 60 anos, ter divertículos que sangram e formam uma bolha de pus no divertículo ao redor do intestino, colado com a bexiga. Em alguns casos, essa bolha de pus pode ser drenada para dentro da bexiga promovendo uma comunicação da urina com o trato intestinal.

Sintomas

Os sintomas são bastante peculiares e específicos, difíceis de ocorrer em qualquer outra situação, por exemplo: quando a fístula ainda é pequena, o primeiro sintoma é a saída de gás pela urina, o que faz algumas mulheres acharem que está soltando pum pela urina, e depois que a fístula está maior, é possível sair conteúdo fecal pela urina.

Tratamento

O tratamento é cirúrgico combinado com o cirurgião do aparelho digestivo. Muitas vezes, é necessário fazer uma ressecção do pedaço doente do intestino e corrigir a questão urinária retirando uma parte da bexiga.

Lembrete: Antes de todos os sintomas citados ocorrem, provavelmente o paciente terá uma infecção urinária, recorrente ou não.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 21 / 09 / 21
Entenda onde fica localizado a uretra, por que ela é acometida por infecções, quais os sintomas da estenose de uretra e como tratá-la.
Ler Mais
 | 02 / 12 / 19
Você sabia que o sangue na urina é mais comum nas mulheres? Confira quais as causas para que isso ocorra, a relação com câncer e como tratar.
Ler Mais
1 2 3 5
Logo | Prof. Dr. Cássio Andreoni - Urologista Hospital Albert Einstein
CRM 78.546
ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS
ENTRE EM CONTATO
Atenção: O site  cassioandreoni.com.br  apresenta informações de qualidade, sobre a saúde masculina, para orientação de todos. Não substitui uma avaliação completa e diagnóstico adequados, em consulta médica.

Dr. Cássio Andreoni© – CRM 78.546 | 2021 Todos os direitos reservados – Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Última atualização: 28/09/2021 às 09:27