Dr. Cássio Andreoni

Estenose de JUP na infância

Atualizado em 30/08/2021
Tempo de leitura: 2 min.

JUP (Junção Uretero-Piélica) é a junção da bolsa que carrega a urina do rim e o ureter, cano que leva a urina até a bexiga. É um problema congênito que, muitas vezes, é diagnosticado pelo ultrassom na barriga da mãe e se vê um dos lados do rim dilatado, ou os dois lados, com menos frequência.

Incidência da estenose de JUP

Pode ocorrer 1 (um) em cada 1.000 (mil) nascidos. É um pouco mais comum em meninos do que meninas, e pode acontecer dos dois lados do rim.

Consequências da estenose de JUP

A estenose de JUP pode causar infecções urinárias na infância. Por isso, muitas dessas infecções devem ser pesquisadas por terem relação com algum problema congênito. Os dois fatores mais comuns de infecção urinária na infância são a estenose de JUP e, mais comumente, o refluxo vesicoureteral.

Quando a bexiga contrai, o fluxo da urina deve ir para fora, porém, às vezes a urina pode voltar para o rim. Isso porque nos primeiros anos de vida, esse mecanismo valvular, que ocorre a partir dos 2 ou 3 anos, pode não estar completamente formado. Portanto, a volta da urina pode dilatar o rim e levar bactérias dando infecções urinárias.

As duas alterações congênitas mais comuns são o refluxo e a estenose de JUP, ambas são caracterizadas por infecções normalmente com febre em meninos e meninas.

É mais grave em meninos ou meninas?

Muitos pediatras dizem que as meninas e os meninos podem ter infecções urinárias, porém, nos meninos são mais graves. Realmente, uma infecção urinária no menino pode ser uma infecção da fimose, e na menina pode ser uma alteração vaginal decorrente de uma bactéria.

Como e por que diagnosticar a estenose de JUP?

Entretanto, é bom fazer um ultrassom e tratar adequadamente, como, por exemplo, fazer cultura de urina. Normalmente, o pediatra que acaba tendo essa liderança no tratamento da criança.

Lembre-se de uma coisa que é muito importante: se a criança teve uma infecção, ainda mais com febre, faça a pesquisa de estenose de JUP ou de refluxo porque o refluxo pode ser controlado apenas com antibiótico e esperar a formação da válvula que ocorre ao longo dos primeiros anos de vida. Já a estenose de JUP é caso cirúrgico e precisa de acompanhamento do Urologista para fazer a cirurgia de reconstrução e tirar essa área fechada para fazer a religação dos caminhos e a urina passar pelo rim adequadamente.

Caso isso não aconteça, pode ocorrer a perda da função renal progressiva ou até mesmo perder o rim. Este órgão pode virar uma bolsa muito grande de urina até não ter mais jeito de salvar, e muitas vezes terá que tirar o rim porque não tratou a estenose de JUP.

Para finalizar, fica a dica: infecções febris na infância devem ser pensadas em dois problemas congênitos, o refluxo ou estenose de JUP. Muitas vezes precisam de tratamento cirúrgico e da avaliação do Urologista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 14 / 09 / 21
O feocromocitoma é um tumor bastante raro e que pode ser confundido com problemas psicológicos. Saiba como diagnosticá-lo!
Ler Mais
 | 07 / 09 / 21
O câncer de rim não é muito comum, mas quando acontece, o tratamento quase sempre é cirúrgico. Saiba quais são os sintomas!
Ler Mais
1 2 3 11
Logo | Prof. Dr. Cássio Andreoni - Urologista Hospital Albert Einstein
CRM 78.546
ACOMPANHE NAS REDES SOCIAIS
ENTRE EM CONTATO
Atenção: O site  cassioandreoni.com.br  apresenta informações de qualidade, sobre a saúde masculina, para orientação de todos. Não substitui uma avaliação completa e diagnóstico adequados, em consulta médica.
Dr. Cássio Andreoni© – CRM 78.546 | 2021 Todos os direitos reservados – Desenvolvido por Surya MKT
Última atualização: 14/09/2021 às 17:45